Estado condenado a fornecer medicamento a paciente com glaucoma  
  Data de publicação: 04/10/2011  
     
 

A 2ª Vara da Fazenda Pública da Capital condenou o Estado, atendendo ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), a fornecer medicamentos para paciente idoso portador de glaucoma.

A sentença confirma a liminar para o fornecimento imediato dos medicamentos requerida pela 30ª Promotoria de Justiça da Capital quando propôs a ação civil pública em outubro de 2008. Os medicamentos a serem fornecidos são o "Glaucotrat colírio (maleato de timolol) 0,5% 5ml, Still colírio (diclofenaco sódico) 010% 5ml e Treavatan colírio (travoprosta) 0,004% 2,5ml", de uso contínuo e não fornecidos pelo SUS, segundo a sentença.

A ação civil pública esclarece que o pedido busca "tanto a tutela do interesse difuso à saúde dos usuários do SUS, bem como a tutela urgente do direito individual indisponível à saúde de pessoa hipossuficiente a qual teve seu pleito negado administrativamente pelo Estado".

Nº do Processo: 023.08.066628-3

Fonte: Ministério Público de Santa Catarina

 
     
   
 

 

 

 © Copyright 2020 - Todos os direitos reservados a Camargo e Campos Desenv. VisioArt